A Era da Resiliência


Quantas vezes por dia você consegue perceber as mudanças ao redor do mundo? Quantas vezes você muda de estratégias para melhorar o seu trabalho? Quantas vezes na vida você toma decisões? Você costuma dar 110% do seu talento, energia e coração? Costuma fazer o melhor sempre? Você procura desenvolver soluções criativas e ousadas diante das surpresas da vida? Nesta realidade de mercado em que vivemos, ambos os profissionais acreditam que pessoas que crescem nas mudanças, que se projetam, que se antecipam às situações e que produzem com coerência estratégica para sua equipe e clientes, serão cada vez mais procurados. Esse é o profissional resiliente é proativo, positivo, organizado, focado e flexível. Ele é e será cada vez mais um profissional desejado e valorizado pelo mercado. Estas questões são fundamentais para entendermos que quando estamos resilientes temos maior abertura para avançar na vida, experimentando coisas novas, percebendo outras maneiras de executar uma mesma tarefa e desenvolvendo soluções criativas. Podemos encontrar grandes empresas lançando novos portfólios, mais que duas vezes ao ano e isto nos mostra que as pessoas e empresas, para sobreviverem e se destacarem no mundo globalizado necessitam nunca estar contentes com a mesmice, adoram arriscar no diferente e precisam ser resilientes a todo o instante. Resilientes, sejam pessoas ou empresas estão sempre em busca da perfeição, não se contentam com o básico, estão sempre incomodados, pois querem o excelente, mas isso não lhes permite parar por excesso de análise, não as impede de agir, são focadas em seus propósitos e mesmo que os outros não aprovem, eles assumirão o risco, pois movimentam a energia para a constante atualização, busca por novas experiências e ideias diferenciadas. Um grande exemplo de resiliência que não se acomodou foi Steve Jobs, CEO da Apple, que destaca que “todo aspecto da marca deve ser tão bom quanto o produto”. Jobs é tão exigente que além de contratar os melhores profissionais do mercado, trabalha para que, do início ao final, o produto chegue às mãos do cliente e cause uma experiência emocional. O processo é tão criterioso que Jobs deseja que a experiência de abertura da embalagem de um Ipod seja única, sensorial e emocional. E você, consegue se reinventar neste mundo acelerado em que vivemos?


29 visualizações
Certificações
Endereço: Rua República do Iraque, 40
sala 504, Jardim Oswaldo Cruz
São José dos Campos - SP
(12) 3206-9536
contato@resultcdh.com
Acompanhe a Result nas redes sociais
  • Facebook Result
  • LinkedIn Result
  • Instagram Result
CNPJ: 21.242.927/0001-08
Result Consultoria e DH
© Todos os direitos reservados à Result